Não vou falar de política...

3

Category :

É incrível como algumas pessoas gostam de se enganar.

Na universidade, entrando no elevador eu comentei com um amigo meu: "O Brasil é o único país do mundo que elegeu seu ditador."
Atrás de mim vinha uma aluna de um outro curso. Ela me disse que isso aconteceu porque o povo se deixou iludir pelas palavras do ditador.

Conversa vai, conversa vem ela percebeu que eu era a favor da ditadura e rebateu: "Você acha que somos um bando de ignorantes?"
Não vou falar de política aqui, para isso temos um colunista preparado para esses assuntos, mas vou falar da sociedade que faz a política.

Quando falamos em voto, candidatura, eleição, etc, encontramos muitos problemas. Irei justificar alguns deles aqui.

- Candidatos: Vocês sabem que para alguém se candidatar é preciso pagar. Pagar para o partido, comprar os minutos ou segundos que o candidato usará na TV, rádio, etc. Quem pode pagar (e não é pouco) já é diferente da maioria dos eleitores. Muitas dessas pessoas, que se vêem obrigadas a votar, vivem com um, dois salários mínimos. Ou seja, nos enganamos ao votar em quem diz ser do povo, pois não é.
- Eleitores: Quem são os eleitores do Brasil? Existem eleitores instruídos? Claro que existem, da mesma forma que existem aqueles que trocam seu voto por uma cesta básica.

A politicagem brasileira não se importa com o povo. Muito pelo contrário, comem caviar, enquanto muitos trabalhadores apertam o cinto para sobreviver.

O senadores, deputados, vereadores são pessoas em quem a sociedade depositou confiança para governar o Estado. E o que eles fazem? Nos representam da forma que mais convém.
José Sarney, após ter as acusações arquivadas, planeja uma reforma desnecessária no Senado enquanto tetos caem na cabeça de pobres.

Nós pagamos a vida deles, enquanto eles se esquecem de quem os colocaram lá.

Se alguém de vontade surge em meio a esse bando, logo é abafado. Pois para que uma decisão a favor do povo seja aprovada é necessário que deputados e senadores votem e muitas vezes esses (nossos representantes) vão contra nós.
Por isso eu afirmo. Infelizmente o brasileiro não está pronto para escolher, porque em relação a isso nós não podemos pensar em indivíduo, mas sim em coletivo e, infelizmente, o coletivo brasileiro é ignorante.
Existe a necessidade de que alguém coloque o país nos trilhos, dê instrução para seu povo e então, aí sim, o povo estará apto para realizar suas escolhas.

Sou a favor de uma ditadura a favor do bem estar do povo, ao invés de uma democracia inútil e inválida, que só beneficia aqueles que têm o poder nas mãos, pelo menos enquanto duram seus mandatos.

3 papearam:

Raphael Cordeiro disse...

O Brasileiro não está preparado para votar porque ele se ilude fácil com os demagogos e oportunistas. Se todos tivessem pelo menos até ensino médio isso não aconteceria, o problema que os políticos não vão investir em educação porque isso seria cavar sua própria cova!
Se todos os brasileiros pensassem um pouquinho que seja antes de votar, ao menos pesquisa-se sobre o candidato mínimo pra saber um pouco do seu passado o Brasil seria melhor.

Daniel Silva disse...

A política no brasil é uma vergonha. Não acredito em nenhum político. O colega de cima mandou bem.. é mais ou menos isso mesmo.

Abraço

www.esteticamusical.com

Marina Melow disse...

Eu não gosto de política, mas não tem como eu ignorá-la,já está implícita no meu dia-a-dia.
O jeito é conviver com essa pouca/muita vergonha que é a política no Brasil.

Postar um comentário