Casa dos Artistas?!

3

Category :

Bem amigos, estou de volta, e em uma conversa muito interessante com nosso novo autor do blog, Raphael Cordeiro, tive a idéia de postar uma matéria sobre minha cidade, a “querida” Tremembé, Interior de São Paulo.

Já deve ter ouvido falar dela, não porquê ela é uma estância turística, tem praças, igrejas, turismo religioso, faz parte da história do Estado de São Paulo. Não, não, você com certeza já ouviu falar dela em algum noticiário; Sim, sabe porquê?

Calma calma.

Então, Tremembé, Interior de São Paulo, a 138km da Capital, Município pequeno, arquitetura antiga, ruas (algumas poucas) ainda de paralelepípedo, e 38.500 habitantes, vida pacata, pouco agito, a não ser pelo fato da cidade ter QUATRO PENINTENCIÁRIAS, 3 de regime fechado, uma de semi-aberto, e um feminino...além de uma ser de segurança máxima.

Se fosse só isso tudo bem, mas não, você ouviu falar dela nos noticiários pois aqui residem grandes figurinhas carimbadas da mídia, e presos que correm risco de vida, e a lista vai longe...vou dar alguns exemplos da ‘trupe’ que se encontra por aqui.

Lindemberg
Alexandre Nardoni
Ana Carolina Jatobá
Law Kin Chong
Marcos Valério
Edinho (filho do Pelé)
Irmãos Cravinhos (cúmplices de Suzane Von Richthofen)
Suzane Von Richthofen
Mateus da Costa Meira (Ex-estudante de medicina, que entrou em um cinema com uma submetralhadora, assassinando 3 pessoas)
Cabo Bruno (Assassino de Aluguel, responsável por 50 mortes na capital)
Edemar Cid Ferreira (Ex-presidente do Banco Santos, responsável por Lavagem de dinheiro e desvio de verbas governamentais)
Maria do Pó (Responsável por Tráfico de Drogas, e ligações com o PCC)

E muitos outros mais já passaram ou estão aqui no momento; além de grande parte do PCC, (primeiro comando da capital) não existem rebeliões, fugas, tudo controlado, segurança máxima.

As visitas são cercadas de carros importados, roupas de grife, e gente ‘bonita’
Mas o que não fica bonito é a imagem do município, ganha uma má fama nacional, além de receio de pessoas que não conhecem a cidade de perto.
Já que por aqui todos vivem tranqüilos. “Os moradores do entorno da penitenciária, no entanto, descrevem o local como “tranqüilo”. “Para a gente nunca incomodou, sempre foi sossegado. Acho que, por ser feminino, é muito tranqüilo. Acho que o recinto que elas ficam é afastado, a gente nem ouve nada”, diz o motorista Ednelson Bezerra, de 26 anos, que mora há 20 anos em uma casa que faz fundos com o presídio feminino.

A auxiliar de limpeza Maria Aparecida do Nascimento, de 44 anos, vive em uma casa em frente à penitenciária e não teme por isso. “Aqui tem segurança máxima, não vai acontecer nada”, disse. A proximidade com presas de casos de grande repercussão provoca curiosidade. “Já tive vontade de entrar lá para conhecer, mas sei que não pode”, diz.” (Portal Maratimba)

Então o que acham? É bom? Sinal de ordem e segurança, ou é um algo ruim? Comentem!

3 papearam:

Ph! disse...

É ruim para o desenvolvimento da cidade. Mas para manter a ordem é uma boa. Quatro penitenciarias, acho difícil alguém se arriscar em uma ousada ação criminosa devido o grande numero de policiais que deve existir na cidade.
O elenco ai é de 1ª. Com certeza eles tem o "Q" de qualidade. rsrs

Daniel Savio disse...

Olha, é meio complicado, pois só porque não um sinal aparente de "caos" não quer dizer que não tenha o caos....

Um exemplo, será que os presos com ligações forte com o crime não usam uma rede sutil para comunicar com o seu comparsas (suborno de seguranças, celulares escondidos e até pombos-?!- para passar as mensagens?)?

Mas também não quer dizer que tenha um serviço penal que realmente funcione...

Fiquem com Deus, menino Bruno e galera.
Um abraço.

Jairo Souza disse...

Sei laH hein! vai q rola um prison break por ai!

Postar um comentário